quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Você Crescendo,dia após dia...


Meu bebê já está um meninão,agora que aprendeu a andar ele não pára um segundo, tem dias que eu olho para ele e pergunto: Onde ta o botão de desligar?
O Pedro já tem sua vontades próprias, ele ama o programa HI FIVE, a tv fica ligada quase o dia todo no Discovery Kids, quando começa o programa ele fala : AIAI AIAI e vai correndo para frente da tv, dança, gira, fica entretido,é uma gracinha.
Já sabe fazer muitas coisas, quando pedem um abraço ele dá, quando peguntam Cadê o Pedro Henrique?Ele mostra com o dedo apontando para ele. Quando perguntam qtos anos o Pedrinho tem?Ele fala UMMM e mostra com o dedinho o numero UM. Se deixarmos ele só de fraldas, ele tira e fica andando peladão pela casa até alguem ver. O que ele mais gosta de fazer é correr pela casa e brincar com os seus carrinhos, e até ja sabe imitar o som do carro  é assim ó :_UUOOOHMMM!Coisas que ele já sabe falar são: Pai, Vovó, Vovô, Babu (cachorro da vovó Glaucia), Cocô, Gal (legal), Cao (carro), Pipiu (passarinho), Gol (bola), Aiai (HiFive, meu programa preferido), Papá, Mamá,Aôô (alô), Mamã (já falou, muitas vezes, não fala mais), Dá (Serve tanto pra ou ), Não, Bô (acabou), bapão (pão), Iu (caiu), Ua (chuva), Ion (avião), Inho( carrinho).


Enfim, tá um homenzinho! 


Quero passar o maior tempo possivel com vc, participar de cada nova descoberta, rir com o seu sorriso e suas palhaçadas...Eu quero crescer com vc dia após dia!

domingo, 19 de dezembro de 2010

AMOR DA MAMÃE




A cada dia que passa vc tem crescido tanto, não só de tamanho mas nas atitudes também, já está meio independente, quer andar sozinho na rua sem segurar nas minhas mãos, na hora do banho vc se levanta da banheira a hora que quer e faz o que quer, qd te coloco na cama se vc não estiver com vontade de ficar ali vc desce sozinho,agora vc sabe pedir as coisas que vc quer para brincar e para comer, aprende com facilidade tudo o que te ensinamos e faz tudo o que ve o papai e a mamãe fazer...vc ta crescendo!Me da um certo medo mas como é bom te ver assim!
Prometo que tentarei todos os dias da minha vida ser uma Mãe consciente, dedicada, e que acima de tudo respeite seu espaço (porque isso é difícil). Me esforçarei para corresponder o carinho, o amor e tudo de bom que sua presença me traz todos os dias. Pra mim você é o maior presente de Deus, com você minha vida tem cor, tem som, tem sabor Filho!!!
A mamãe te ama muito!

Leia abaixo uma das passagens do maravilhoso livro 100 Promessas para o meu bebê de Mallika Chopra


"Quando você me olha com seu olhos enormes, buscando um abraço, um beijo, um carinho, conforto e segurança, meu coração se inunda de alegria. Imediatamente me aproximo, certa de que você precisa de mim para tudo. Tenho um prazer enorme em abraçá-lo, protegê-lo e alimentá-lo. Ao satisfazer as suas necessidades, eu me sinto completa. Mas preciso lembrar constantemente que este papel será desempenhado por pouco tempo. Você tem o seu próprio caminho a percorrer: um botão que irá desabrochar e se tornar uma linda flor.Sei que chegará o momento em que você não virá a mim para satisfazer as suas necessidades, um tempo em que buscará suas próprias respostas, um tempo em que sairá pelo mundo colecionando tesouros. Sei que terei que deixá-lo partir e aceitar que você já está maduro o suficiente para tomar suas próprias decisões. Prometo que vou permitir que você vá com liberdade para crescer e tornar-se um ser completo. Mas se você precisar do meu apoio, do meu abraço e do meu sorriso, sabe que poderá contar sempre comigo. Estarei sempre disponível para você. Às vezes será difícil me conter, mas prometo respeitar a sua liberdade e dar-lhe asas para voar livremente com confiança, alegria e segurança." Mallika Chopra


quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Pedro no parquinho

O Pedro ama parquinho, tem um pertinho  de casa, quando passamos pela esquina ele ja fica eufórico, quando o levamos lá ele não quer mais ir embora, chora demais.É muito gostoso ver ele brincando, tendo contato com outras crianças, é importante pra ele esse momento e queremos partcipar ao máximo de tds esses momentos dele.










terça-feira, 9 de novembro de 2010

Quando a mamãe ama

Eu estava vendo alguns vídeos no YouTube e me emocionei ao ver um vídeo com uma música que fala sobre mãe e filho, vale a pena ver...http://www.youtube.com/watch?v=W3a1slcy4eI


Nunca imaginei poder amar assim
querer alguém tão bem mais do que quero a mim
meu filho você tem o amor da mamãe pra senpre
nunca imaginei poder amar assim
querer alguém mais do que quero a mim
meu filho você tem o amor da mamãe pra sempre
cuidar de você é minha alegria sentir o teu cheiro te tocar pegar sua mão e caminhar na vida ouvir sua voz me chamar
pode precisar de mim meu filho te amo não importa a hora nem o lugar quero estar ali pra te ajudar
no sorriso no olhar faz valer a pena um sacrificio é tão grande quando mamãe ama eu sei que nem sempre vou conseguir as vezes preciso te deixar ir mas mesmo de longe vou te acompanhar e quando quiser é só me chamar

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Itaú distribuí livros infantis, é gratuito!


O Banco Itaú está com uma iniciativa bem interessante: Ler faz Crescer. Se trata de distribuição gratuíta de kits de livros de uma série especial lançada por eles. Segundo ela, o Banco Itaú está distribuindo 8 milhões de livros infantis gratuitamente.



Basta preencher o cadastro através do site: http://www.lerfazcrescer.com.br/
e os os livros chegarão sem qualquer custo em nossas casas.
O único compromisso que temos é o de ler e reler para uma criança os livros e, depois disso, repassá-los para que outros possam fazer o mesmo. Não é o máximo?

Eu já me cadastrei e estou esperando os livrinhos do Pedro chegarem.

Parabéns Itaú pela iniciativa de incentivo a leitura!


domingo, 24 de outubro de 2010

Bebê Johnson's 2011

Pessoal votem no Pedro Henrique para bebe Johnson"s 2011http://fotos.bebesdocalendario.com.br/_pedro-henrique-brito-silva/photo/11406656/175101.html  Me dá uam força galera!!


segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O Pedro e a música

Desde quando o Pedro tinha uns 8 meses ele já se interessava por música, era ouvir um som ou algum clipe na tv que ele já começava a balançar os bracinhos ou a cabeça, percebi que ele não ligava para canais de desenhos animados mas quando colocavamos num canal de clipes aí a coisa mudava, ele ficava vidrado.
Hoje não mudou muita coisa, agora ele balança as perninhas, balança a cabeça, o corpo e tem feito algo mais,agora ele fica o dia todo fazendo TÁTÁTÁ e batendo nas coisas com a mão ou com alguma coisa que lembra baquetas de bateria.É uma belezinha mas tem hora que tenho que tomar cuidado porque ele quer bater no fogão bem na hora em que estou fazendo comida, é na geladeira, no chão no meio do caminho das pessoas...
Acho que meu filho tem uma veia artistica e vamos investir até onde podemos.

Pesquisas realizadas em várias partes do mundo comprovam que a música é importantíssima para o desenvolvimento da criança. Outros estudos revelam inclusive que o bebê, ainda no útero, reage a estímulos sonoros.
A música possibilita a melhoria da sensibilidade, beneficia a leitura e a escrita e auxilia também a capacidade de memorização e raciocínio dos pequenos.
Quando cantam ou tocam instrumentos musicais, as crianças aperfeiçoam a memorização, concentração, coordenação motora e consciência corporal, pois juntamente com o tocar/cantar, há um desejo de mexer o corpo acompanhando o ritmo da música, criando formas de dança e expressão corporal.
A música estimula o vocabulário da criança, já que através das letras, se sentem motivadas a descobrir o significado de palavras desconhecidas, melhorando seu repertório. Os benefícios da música não se restringem apenas a fala, mas também a escrita. O bom vocabulário e conhecimento de texto são importantíssimos para ler e escrever bem.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Feliz dia das crianças!

Nesse final de semana levamos o Pedro numa festinha do dia das crianças, nunca o vi tão eufórico em ver tantas crianças.Logo qd ele chegou ficou louco qd viu as bexigas coloridas, depois sentou na mesinha com outras crianças e fez seus primeiros rabiscos numa folha, pegou os lápis de cor e fez da mesa uma bateria, teve nojo de massinha de modelar, gritou, riu, prestou atenção no teatrinho com fantoches, comeu doces, se sujou TODO,segurava na mão das pessoas para te levar andando pra onde vc queria e no final da noite já não aguentava mais, capotou de tanto que brincou.
Vc está crescendo tão rápido, amei ver vc com outras crianças se divertindo e descobrimdo coisas novas, me dá um pouco de medo ao ver que a cada dia vc ganha um pouco mais de independência e saber que logo logo não vai mais precisar tanto de mim.
Esse foi o primeiro de muitos dias das crianças que virão pela frente.Parabéns FILHÃO!

Os primeiros rabiscos do PH, é claro que o papai coloriu para visualizar melhor.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sucos e vitaminas

Compramos um liquidificador, pois é desde que nos mudamos de Araçatuba não podemos trazer muitas coisas, ainda mais a voltagem de la sendo diferente daqui, mas desde agora o Pedro tem se tornado fã de sucos, toma de tudo, faço um MIX misturando algumas coisas e ele manda ver
Antigamente ele só tomava suquinho de laranja agora ele toma de tudo e chora as vezes quando acaba, e eu me divirto vendo ele tomar tudo.



Sabor 1 – Cenoura, Maçã, Gengibre e Salsa
Rico em vitamina A. Repõe os sais minerais.

Sabor 2 – Mamão, Cenoura e Laranja
Rico em vitamina A e C. Regula o intestino.

Sabor 3 – Abacaxi, Hortelã e Laranja
Rico em vitamina B e C. Digestivo.

Sabor 4 – Melão, Erva-doce e Laranja
Fonte de vitamina A e C. Digestivo e tem ação calmante.

Sabor 5 – Abacaxi com Clorofila
Fonte de betacaroteno, vitaminas C, E, B6, cálcio, ferro, magnésio e potássio. Desintoxicação geral.

Sabor 6 – Maçã, Pêra e Gengibre
Fonte de vitaminas C, potássio e ferro. Repõe sais minerais.

Oficialmente andando

O Pedro está oficialmente andando, essa semana ele passou a andar de um lugar para o outro sozinho com espaços pequenos entre um lugar e outro,sem precisarmos chama-lo para o estimular.Notamos uma ou duas vezes ele fazendo isso, eu e meu marido levávamos um susto quando viamos com medo dele cair, mas agora ele está fazendo isso direto e muitas vezes durante o dia.Também está ficando de pé mais tempo sozinho sem apoio,ele fica muito tempo sem cair,está se equilibrando mais.
Estou muito orgulhosa dele, está mais confiante, esperei muito por esse momento, afinal ele já está com 13 meses.
Filho a mamãe te ama muito e cada conquista sua é minha também!!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Educando nossos filhos

Vi esse texto num blog conhecido q tenho seguido há um tempo, não resisti e coloquei aqui, leiam, é muito bom.



Vamos falar sobre educação dos nossos filhos?
 O que fazer?
Até pouco tempo ele era nosso bebê. Agora já está crescendo e chegou a hora de educar.
Na verdade, a educação começa muito antes disso tudo, antes dele andar, falar, ainda quando é bem bebezinho. Mas como?

Desde muito pequenininho vamos ensinando nossos filhos que eles precisam ter limites. Fazemos isso quando eles fazem mainha pra gente pegar e a gente espera um pouco (porque mãe sabe o que é manha), chora sem motivo aparente e conversamos para eles pararem porque não tem motivo, não quer dormir na hora certa e ensinamos a dormir conforme o combinado.
Os erros na educação começam exatamente nessa fase, quando a gente começa a quebrar as rotinas para atender as "demandas" deles. Sei porque também faço isso, o exemplo é o Pedro dormir no meu quarto até hoje.
É totalmente compreensivo que aqueles rostinhos lindos nos encantem e consigam fazer da gente o que querem, mas não se enganem! Aquelas bochechas redondinhas, aqueles sorrisos lindos e aquele cheirinho entorpecedor não é atoa. Eles tem o poder de nos encantar e nos desviar de nossas convicções. Não é de propósito, eles são lindos de natureza. Chega a ser uma defesa natural.

Mas nós pais, temos um dever muito grande na sociedade, preparar filhos saudáveis emocionalmente, concientes de seu papel no mundo, que tenham temperança, domínio próprio e que saibam respeitas as leis e os outros. Não é atoa que muita coisa desordenada tem acontecido hoje. Os pais tem perdido o controle da educação de seus filhos, terceirizando para escolas, babás. Muitos não tem reservado tempo para o seu principal papel: educar.
E isso acontece por uma série de motivos da vida moderna. As mães de hoje trabalham fora, muitas vezes em grandes jornadas, são independentes, muitas são chefes de família, a figura do pai está muito banalizada dentro de casa, muitos pais usam a permisividade para compensar a falta ou o cansaço e os papéis estão totalmente invertidos dentro das famílias. Isso tudo causa uma confusão de valores na cabeça de nossos filhos.
O que temos que saber é que não somos mais ou menos pais por trabalhar fora, por ter grandes jornadas de trabalho, por querer uma vida melhor para nossos filhos. Temos é que nos organizar para dedicar tempo de qualidade para nossos filhos, em especial para educar.
Uma desculpa clara para não educar é: "Deixa pra lá, fico tão longe dele, quando estou em casa não quero ficar brigando". Isso é o mal da educação de hoje, tentar compensar com falta de disciplina a falta. Ninguém deve se sentir culpado por trabalhar. A minha mãe trabalhava 24 horas seguidas dando plantão em hospitais, mas quando chegava em casa ela nunca se privou de dar uma correção na gente, caso precisasse. Pra mim ela era a autoridade, o não dela não tinha volta.
E é isso que temos que seguir, nossa responsabilidade é instrur, educar, entender e encaminhar nossos filhos.

Mas voltamos a pergunta que nos tormenta: como educar nossos filhos?

Algumas regras colaboram no processo da educação infantil:
Educa o seu filho segundo o caminho que é para ele; mesmo quando envelhecer não se desviará dele.” (Provérbios 22:6)

1. Estar dispostos a empregar tempo na educação: sentar junto no chão para brincar e desenvolver raciocínios do que é comportamento bom e ruim dentro das brincadeiras.

2. Manter comunicação constante: as conversas fazem parte fundamental da educação. Olhe para seu filho nos olhos, abaixe na sua altura, fale com ele sobre o que aconteceu, sobre a sua frutação e as consequências se acontecer dinovo. Com um ano e meio eles já começam a entender isso, com 2 anos tem clareza e memória desenvolvida para lembrar do ensinamento.

3. Não atender as birras: é um ciclo vicioso que não tem fim. As birras devem ser comportamentos abominados. As crianças devem entender que não é um comportamento bom e que apenas seus pedidos serão considerados e que as birras são ignoradas e até mesmo punidas.

4. Estabeleça regras: é muito importante que as regras sejam claras na educação, horários bem definidos para as atividades como alimentação, brincadeiras, sono, estudo, etc. Além de direcionamentos claros de comportamentos aceitos ou não, inclusive com as penalidades previamente estabelecidas para cada quebra de regra.  "Há tempo para todas as coisas debaixo do céu. . . tempo para rir . . .  tempo para trabalhar. . . tempo para descansar . . . e tempo para saltitar.”Eclesiastes 3:1, 4.


5. Expor à criança que só será atendida se pedir em tom de voz normal: nunca aceite gritos, ensine-os que nesse tom de voz você não consegue entender o que está sendo falado.

6. Não use o medo como método de educação: evite usar os personagens de televisão, animais ou pessoas para amedrontar ou punir os filhos, faz mais sentido explicar que são os pais ou cuidadores que estão educando porque é melhor para ela.

7. Não voltar atrás no que foi dito: isso vale para qualquer idade, principalmente os mais grandinhos que tendem a querer negociar. A negociação deve acontecer antes da decisão tomada, depois disso o NÃO tem que ser não e o SIM é sim. Lembre-se que o tempo gera o hábito. O hábito gera economia. Aos poucos os nossos filhos vão entendendo as regras.


8. Tempo de qualidade: mesmo que vocês trabalhem e a rotina da familia seja corrida, é necessário oferecer algum tempo diário para se dedicar aos filhos, carinho, brincadeiras, conversas sobre comportamento, tempo para tarefas escolares, etc.

9. Acordo sobre educação entre os pais: evite a contradição entre o que é dito entre vocês. A criança se sente confusa e dividida. Discussões sobre métodos de educação devem acontecer longe da criança, mesmo que não concorde não desaltorize o seu parceiro(a).

10. Seja exemplo: os pais são o modelo a ser seguido, tudo que vocês fazem, a maneira como comem, conversam, falam, relacionam entre si oferecem ensinamentos e podem ter reflexos no comportamento da criança. Pense que tipo de modelo é o seu e como tem influenciado no comportamento de seu filho. A Bíblia diz, em Gálatas 6:7: “O que o homem semear, isso também ceifará.” Se os pais querem que os filhos tenham elevados padrões de moral, eles mesmos devem mostrar primeiro que vivem à altura de tais padrões.

11. Não use da violência: se você é do tipo que defende a "educação a moda antiga" repense seus conceitos. Temos mais inteligência emocional que nossos país. Violência gera violência e não leva a nada. E uma palmada doí sim e muito, principalmente se for dada como válvula de escape para a falta de capacidade de controlar sua íra. Agir racionalmente nessas situações ensina a seu filho a gerenciar conflitos de forma inteligente durante a sua vida toda. Lembro-me do respeito que eu tinha pelo meu Avô, o simples fato dele me olhar já me fazia desconfiar que alguma coisa não estava agradando, e ele nunca me colocou a mão e por não ter sido criada com meu Pai ele era a pessoa que exercia esse controle na minha educação. Me colocava de castigo para pensar no que fiz e eu só saia quando ele mandava.
Não tenho idéia totalmente formada sobre as palmadas, hoje eu não concordo e tento não aplicar lá em casa, mas respeito que cada pai e mãe deve dar a educação que achar certa. Esses dias ele bateu num coleguinha e eu dei um tapinha de leve na bunda dele, em cima da fralda, mas depois eu vi que ele nem percebeu e que o tapinha foi mais pela necessidade de punição moral frente as pessoas que esperavam de mim alguma atitude séria (eu me cobrei isso) do que educativo.
 Acredito que tenho que caminhar mais na minha experiência materna, ainda penso em resolver as questões com o Pedro por meio da conversa, de fazê-lo raciocinar sobre seus atos, mesmo que bem pequeninho eu vejo que ele entende. É claro que posso ter que tomar medidas mais severas, mas sei que em tudo Deus vai me guiar e mostrar o caminho. Só não quero agir pela íra, pela falta de capacidade de olhar nos olhinhos dele e conversar, ensinar-lhe. Nem que isso me custe mil vezes e muito paciência.

12. Cuidados com minos materiais: uma coisa tenho certeza, a educação está condicionada em três pilares principais: incentivo, merecimento e punição. Presentear nossos filhos a todo momento, sem ser fruto de merecimento vai torná-lo um adulto sem entendimento de consumo e satisfação. O ato de dar-lhe tudo que quer, brinquedos sem razão ou data específica causa nele uma sensação de felicidade condicionada. Isso não é legal, porque nossos filhos acostumarão com esse prazer, e vai ter uma hora que nada mais vai ser bastante. Ensine-o que existem datas e atitudes para recompensas e quem a felicidade está em pequenas coisas e muitas delas não se precisa e nem se pode comprar.

13. Fale de Deus para seu filho, ensine-o a palavra de Deus: “Tens de inculcar os mandamentos de Deus a teu filho, e tens de falar [deles] sentado na tua casa e andando pela estrada, e ao deitar-te e ao levantar-te.” — Deuteronômio 6:7. É muito importante que nossos filhos saibam quem é Deus e o que Ele tem feito por nós, que Ele tem sustentado a nossa casa, cuidado da gente, que é um grande Pai e amigo para todas as horas. Isso é independente de religião, embora ter uma religião seja importante para colocar em prática esse conhecimento.


13. Mova-se! Não acredite que o tempo, por si só, dará jeito na situação, que é apenas uma fase e que passa. Não haveria sentido em existir a educação. Muitas fases não vão passar nunca se você não tomar atitudes. Existem muitos adultos dando birras até hoje, sem nenhuma noção de subordinação, de respeito a espaço dos outros, simplemente porque não aprenderam isso no tempo adequado.  

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Momentos

O tempo passa e a foto fica, momentos que vamos guardar para sempre!!
Mamando
primeira vez na piscina
descobriu a melancia
aprendeu a ficar sentadinho sem apoio
primeira papinha
descobriu a linguinha
primeiro suquinho
dormindo com o Rodrigo
a Dólly sempre atenta cuidando do neném

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Vacinas

Ontem o Pedro foi tomar duas vacinas, qd chegamos no posto éramos os primeiros, enquanto a gente aguardava chegou um menininho, o Daniel, acho q tinha a idade dele, o Pedro ficou louco não pode ver criança, ficou eufórico e queria chegar perto, ria toa.Depois chegou outra bebê e depois mais outro, pra quê...aí que ele não parou mesmo, ficava gritando NENEM NENEM NENEM, só dava ele.Só parou mesmo na hora da vacina, aí não dá né gente, tadinho.
PRECISAMOS SAIR MAIS NÉ FILHO!!!

O cartão de vacinas está atualizado?

Galera é muito importamte dar as vacinas,o bem mais precioso que possuímos é a saúde, que depende de vários fatores. Dentre eles, a vida moderna nos ensina que um dos mais importantes é a vacinação na infância. A prevenção de doenças desempenha, de fato, um papel fundamental na obtenção de uma saúde perfeita. Afinal, alguns distúrbios comuns e mesmo inofensivos, característicos da infância, quando mal-curados, podem provocar danos irreversíveis. para que seu bebê goze de uma perfeita saúde e a mantenha quando atingir a idade adulta é imprescindível acompanhar e cumprir rigorosamente o calendário de vacinação.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Vamos perder a barriguinha??

Ai to cansada dessa barriguinha de grávida,meu filho ja tem 1 ano e essa barriguinha não some,parece que to gravida de 4 meses e insiste em saltar pela calça jeans!!Acho que não existe coisa pior do que mexer com a auto-estima feminina.Quando olho para aquela famosas que tiveram filho na mesma época que eu  e hj estão com a barriga inchuta eu sinto uma invejinha, não pode né mas não tem como!!
Pra gente que é mãe 24h por dia e não tem quem nos ajude é complicado, não dá pra fazer caminhada nem academia, mas achei um video no youtube http://www.youtube.com/watch?v=CXIVMbX_1rU que ensina a fazer auto-massagem redutora em casa, vou tentar em casa todos os dias e se der certo conto pra vcs!!


Será que consigo ficar assim?? kkkkkkkk

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Primeiros passos

Ontem o Pedro deu seus primeiros passos.Estávamos tomando café na mesa  e o Pedro de pé com a mão em uma das cadeiras,quando de repente ele andou  até o sofá, deu uns 5 passinhos.Nós vibramos.Depois ficamos um de frente para o outro , com uma distancia pequena e ficamos estimulando ele a andar mais, nós chamavamos e ele andava,aí não quis parar mais.


Acho q agora está mais confiante nele mesmo, vamos continuar estimulando, não vejo a hora dele começar a  correr pela casa!!!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Algumas coisas novas sobre o PH

Desde o momento que o Pedro completou um ano coisas diferentes aconteceram, é muito engraçado como a  criança se desenvolve tão rápido, 3 coisas aconteceram de novo desde então.
_O Pedro anda meio independente, isso tem me assustado um pouco, mas ele está crescendo né...O que ele mais gosta de fazer é assistir tv e não é só desenho não, é tudo,agora deu pra ficar em cima da minha cama andando pra lá e pra cá, se acomodando entre um travesseiro e  outro, ou simplesmente deitado de barriga pra baixo balançando os pezinhos todo vidrado assistindo a tv, se eu o chamo quem foi que disse q ele vem, dá uma risadinha e continua aonde está.
_Ele anda encantado com as crianças, não sabe andar ainda segura na minha mão e anda até onde elas estão, fica olhando elas brincarem, se diverte, quer chegar perto, tocar, uma gracinha.
_Agora ele aprendeu a dar beijo na gente, se a gente pede ele vem e dá ou rouba um beijo sem estarmos esperando.
Ele ta a coisa mais linda! Agora temos saído mais, se divertido mais, cada fase é uma descoberta mesmo, e nós mamãe ficamos todas bobas com cada descoberta, cada gracinha, tudo é festa pra gente .

Mas as birrinhas continuam e o apego demais a mim também, algumas vezes tenho colocado ele no cantinho por 1 minuto qd ele me desobedece,aí eu esplico que ele esta errado, olho nos olhos dele e está funcionando, agora o apego a mim não tem jeito, com o tempo acho que vai mudando.Precisamos ter muita calma, paciência e inteligência para lidar com nossos filhos. E carinho e amor são a saída para tudo.


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Crise do 1 ano.

E não é que isso existe mesmo !!

Por: Dr. Ruy Pupo Filho

Após 1 ano, a criança cobra muita atenção por parte dos adultos. E quando não consegue...Birra! É preciso ensinar os limites, ninguém pode fazer tudo o que quer na vida. É preciso dizer não, com calma e paciência e firmemente agüentar a crise de birra sem se alterar e sem voltar atrás no que foi decidido, sob pena de desmoralizar e desautorizar o adulto perante a criança. E eles logo aprendem a explorar as possíveis incoerências dos adultos...

Muitas vezes a criança reage com um comportamento impróprio (batendo a cabeça na parede, vomitando, perdendo o fôlego, batendo no adulto, etc.).
Uma vez garantida a saúde e a segurança da criança, este comportamento deve ser ignorado até que cesse. O adulto finge que está entretido com outra atividade, não demonstrando a menor atenção direta com o bebê. É claro que na verdade ele está acompanhando tudo, podendo intervir a qualquer momento em que a criança de fato necessite.
É importante tentar economizar as negativas, às vezes melhor do que dizer “não” é desviar a atenção dela para outra atividade permitida.

É hora de incrementar os passeios ao ar livre, aproveitando para brincar com terra, água, areia, barro, massinha. A ida ao teatrinho também pode ser apreciada (desde que não seja muito barulhento, para não assustar...)

Brincadeiras com caixas de papelão, com tampa, atraem a atenção da criança nessa idade, bem como o uso de instrumentos musicais.


Pois é mamães o segredo é muita paciência e carinho que tudo vai dar certo!!

CHECAP


Hj o Pedro foi ao pediatra, agora que completou 1 ano é bom ver se está td ok.
Depois fomos ao Parque da cidade e pela primeira vez o Pedro venceu o medo da AREIA, pois é o primeiro contato com a areia foi desagradável ele só chorava, agora não, brincou descalço, passava areia no rosto, na boca, uma beleza, também com tantas crianças brincando no parquinho ele também de empolgou, a mamãe até deixou ele se sujar, afinal estamos progredindo, rS.
Mas anda acontecendo algo de uns dias pra cá, eu falo que é a crise do 1 ano, o Pedro nunca foi de fazer manha e agora ele anda pedindo colo demais, e olha que nunca fui de dar colo e qd não dou ele começa a chorar, esperneia, grita...  espero que seja só uma fase.
Enfim, por enquanto é só isso da nova etapa da vida dele. Logo logo vem muito mais!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Anda bebê, anda...


Essa semana o Pedro completará 1 aninho e nada de andar,se seu bebê também é assim calma,cada bebe tem seu tempo... se vc ver que ele já esta firme é só uma questão de insegurança dele mesmo, incentive para que ele perca o medo, esteja sempre por perto para que quando ele cair não se sinta sozinho e desamparado... vc podetambémm colocar objetos do interesse dele em uma superfícieie ao alcance dele a uma certa distancia... seguramão mao dele enfrente ao objeto uns 50 cm distante e solte-o para que ele va ate o objete sozinho.... nao faca muita festa se ele for pq isso pode assusta-lo.

Fora isso, tenha pacienca e nao o compare com outras crianças, 1 ano ainda está no tempo absolutamente normal para nao andar.

Uma vez li em um artigo que até os bebes andarem eles ainda enchergam as mães como parte deles, e apartir do momento que andam junto com isso vepercepçãopcao de São sao seres individuais, porem vem o medo de qumãe mae se vnão nao volte mais... por isso vc percebera que quando começar a andar ele vai ir a uma distancia e voltar... vai mais um pouco e volta de novo... isso é um medo natural, converse sempre com ele explicando que vc estara ali sempre. Tenho feito tudo isso com o Pedro.

E o segredo é Muita paciencia e carinho...

Sobre Cesárea- desabafo!


Quando leio alguma matéria em um blog, ou em sites que falam sobre parto a respeito de Cesárea fico um pouco chateada com o que leio.
Vou contar um pouco sobre o meu parto...
Trabalhei numa clínica de pediatria por um ano e meio, onde trabalhavam cinco pediatras, todas as vezes que iria ter um parto as secretarias dos ginecologista-obstetras ligavam para avisar da Cesárea para o pediatra ir participar do parto. Eu ficava indignada porque só havia cesárea naquela cidade, dificilmente víamos um parto normal.As mulheres tinham medo do parto normal e admito que alguns médicos indicavam também a cesárea (cá entre nós- -- pra eles era melhor pelo fato de ser algo já marcado com data certa), nunca concordei com isso.
Eu sempre falei para mim mesma que teria um parto normal, até que engravidei, minha gravidez foi tranqüila, mas na época eu precisei do SUS, quando completei 38 semanas eu ia à Maternidade quase todo dia, meu bebe ao dava sinal de nascer, quando completei 41 semanas foi o limite, procurei uma médica particular, ela me examinou , fez uma carta para o médico de plantão pedindo alguns exames e pedindo para ele induzir o parto, pois já estava na hora. Fui á Maternidade, o médico não fez os exames direito e me mandou para casa.Liguei para a médica que me atendeu e 1 hora depois eu já estava na mesa de cirurgia.Até o momento em que eu estava na mesa eu perguntei sobre o parto normal, eu queria, mas logo ela iniciou a cesárea.Meu marido estava do meu lado olhando tudo e a médica ia relatando a ele tudo o que ela estava fazendo.
Ela explicou que pelo fato de eu estar com 41 semanas era arriscado fazer o parto natural, minha bolsa não rompeu, pois já não havia água, eu perdi liquido durante a gestação sem perceber, meu bebê estava com duas voltas do cordão enroladas no pescoço e ele era muito grande e gordo para o meu tamanho já que sou baixinha e magra, a médica falou que a primeira força que eu fizesse numa contração para um parto normal meu bebê poderia não sobreviver. Ele nasceu saudável, mas com o corpinho todo rachado. Eu precisei da cesárea!

Quando eu ouço ou vejo algo falando mal da Cesárea, dizendo que somos menos mulheres por isso ou coisas do tipo fico chateada. As pessoas precisam procurar saber antes de falar porque tais comentários nos deixam diminuída, sendo que deveria ser o contrario, saiu vida de dentro de mim, sou Mãe!!


quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Vc e eu

-->

Tudo começa de manhã  quando ele acorda na caminha ao lado a minha e chega perto com aquele bafinho mais cheiroso do mundo (nunca vi um hálito tão cheiroso),ele olha direto no meu rosto e abre "aquele sorriso". Se demoro a acordar ele logo cutuca o meus olhos com aqueles dedinhos gordos. Ali está iniciado mais um dia feliz. 
Nossa sintonia é intensa, tomamos banho juntos, café da manhã e as vezes até almoço no mesmo prato. Tudo assim mesmo, bem grudadinhos.
Se estou em casa só serve a mamãe. Fica numa "mainha", todo dengoso... É tão lindo quando ele levanta o olhar, abre os bracinhos pra mim e eu me sinto a mais importante do mundo.
O dia passa bem assim, ele fica sentadinho no carrinho enquanto lavou louça ou arrumo a casa,depois ficamos boa parte da tarde fazendo o que ele mais gosta, ver vídeo-clipes na TV e dançar na cama da mamãe, somos assim todo tempo grudados.


Se tem uma coisa que quero que o Pedro saiba um dia é que não tem e nem nunca vai ter coisa melhor pra mim do que quando sentamos juntinhos e abraçados no sofá ou na cama e ficamos um tempão quietinhos ou quando deitamos juntos, ele pega na minha mão e dormimos ao mesmo tempo. O cheirinho, o seu jeitinho, tudo é especial pra mim.
Tudo é mágico pra mim. Tudo tem cheirinho de amor.

Filho, amo você!
Mamãe


Simplesmente Pedro


As comidas preferidas do Pedro são as que ele pode comer sozinho, bolachas, pão, salgadinho... coisinhas mais sólidas e eu me mato de rir quando ele suga o macarrão ou qd ele come brócolis(ele ama),mas tenho q admitir q fico um pouco brava as vezes qd ele se lambuza todo,mas vamos dar um desconto né, é assim mesmo,rsrs.
Semana que vem ele fará 1 aninho e nada de andar, o que ele mais gosta de fazer é ficar de pé durinho se equilibrando e depois cair, detalhe, ele repete isso por váris vezes seguidas e ri a toa.Dançar tmb é o que ele gosta, não pode ouvir musica,qualquer som que ele ouve já começa a balançar os bracinhos, se estiver de pé fica flexionando os joelhos,é muito fofo.
E aquela boca então, já esta cheia de dentes, agora são 5 dentões,quando ele ri é a coisa mais linda, os pais ficam babando.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

O que não dizer a uma grávida!!!

Quando eu estava grávida ou ouvia muito comentarios desagradaveis e sei que muitas gravidas tambem ja ouviram ou ouvem coisas do tipo...

Evite comentáriso desagradaveis com uma gravida!




  • Quando uma amiga te contar que ficou grávida, cumprimente-a pela felicidade de ser mãe e esqueça completamente aqueles comentários indesejáveis: -"agora sua vida vai mudar completamente, você vai ver!" Parece praga e tem aquele sentido perjorativo do tipo: -" meus pesames Querida, sua vida acabou...". "Você nunca mais vai dormir uma noite inteira, sua vida será inteira de preocupações." - "Durma bastante agora, porque depois o neném chora a noite toda." ... e assim vai... Ter um filho é a melhor coisa do mundo e milhões de mulheres buscam por isso sem sucesso. Não é momento para nada negativo.
  • Contar estórias de aborto, de complicações na gravidez para uma grávida é o fim, nada de contos trágicos lá de Pato Branco.... hehehehe!!!
  • Não compare sua gravidez com a da sua amiga, cada pessoa é diferente da outra, por isso as gravidez são diferentes também, sintomas e percepções também.
  • Se sua amiga é solteira... guarde sua curiosidade, nada de perguntar quem é o pai, o que a família achou, como ela vai fazer.. essa coisas, dê simplesmente seu apoio!
  • Nada de perguntar para a grávida quantos quilos ela engordou até agora. Isso é proibido em qualquer situação, ainda mais na gravidez. Nada daqueles comentários desagradáveis do tipo: -"Nossa!! Você já engordou bastante, né!!" -"Quantos quilos engordou nesse último mês" - "Você inchou bastante! Seu nariz está diferente!" -"Que barriga é essa, parece que engoliu uma melacia!" - São dois bebês, porque sua barriga é enorme." Gente!!! Eu engordei 11 quilos até agora, e tem sempre uma pessoa ou mais de uma por dia que vem com uma desses desagradáveis comentários e olha que não engordei tanto heim. Eu detesto isso, porque sinto que as pessoas cobram que a gente tenha o mesmo corpo de quando não estava grávida. Isso é impossível!!!
  • Pele é outro fator problema: Gravidez geralmente deixa a pele alterada, pode dar espinhas, a pele fica mais oleosa, e tem pessoas que chegam a manchar (melasma). Genteeeee!!!! A pessoa sabe se ela está com espinhas, com manchas ou não. Não precisa lembrá-la com comentários do tipo: -"Nossa quanta espinha te deu na gravidez." -"Parece que sua pele manchou." Isso mata qualquer uma de raiva.
  • Não faça comparações de uma grávida para outra. Tem gente que gosta de comparar tamanho e barriga, o quanto uma engordou ou não, se enjôoa ou não... Como eu disse cada pessoa é de um jeito e as percepções são únicas também.
  • Não critique o nome do bebê escolhido pela Mãe, guarde pra você sua opinião, e coloque o nome que gosta no seu filho ou filha, nada de criticar o nome do filho da amiga. Nome é uma coisa muito particular.
  • ... e por último, esqueça os apelidos carinhosos nessa fase, nada de chamar a sua amiga daqueles codinomes infelizes como: Gordinha, Barrigudinha, Pancinha, Mulher melancia... É o fim!!

Bebê Anjo !

Eu estava lendo um blog http://bbpontocom.blogspot.com/2010/02/ate-mesmo-os-bebes-tem-emocoes.html e vi algo que me chamou a atenção, ela falava sobre um livro que havia acabado de ler : A Encantadora de bebês, e lá a escritora descrevia sobre 5 tipos de temperamentos de bebês e fala que os bebês também tem emoções ,bom, para a minha surpresa  meu filho se identifica muito com o temperameto ANJO.
Segue a descrição:
 

  • Alimentação: geralmente, eles mamam bem; se tiverem a chance, estão abertos a experimentar novos alimentos (os sólidos).
  • Atividades: moderadamente ativos: eles brincam de modo independente desde a primeira infância. Esses bebês têm grande tolerância às mudanças, e são muito adaptáveis. Também são bastante sociáveis, gostam de interagir e são ótimos para compartilhar, a menso que se assustem com a agressividade de outra criança.
  • Sono: adormecem facilmente sozinhos, dormem por longos períodos já na sexta semana. Depois de 4 meses, tiram uma boa soneca de 2 horas pela manhã, outra de 1h30min à tarde; e perto dos 8 meses, uma soneca rápida de 40 minutos no começo da noite.
  • Humor: despreocupado e otimistas , não mostram reação extremada aos estímulos e mudanças. Seu humor é estávele previsível. Os paisos interpretam com facilidade, porque os sinais emocionais são muito claros. Em consequência disso, a fome não é confundida com a fadiga.
  • Como são frequentemente descritos: uma benção. Nem parecia que eu tinha um bebê em casa. Poderia ter mais cinco filhos como ele. Nós tivemos uma enorme sorte.


 Fiquei feliz!!Dê uma passada nesse blog depois.




sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Primeiras palavras

Bom ja faz um tempinho que o Pedro tem falado algumas coisas,ele tem andado muito falante mas não são palavras concretas, tipo, quando ele vê alguém comendo ou com um prato na mão ele faz UHNMMM! É muito engraçado!Ou quando ele quer algo ele fala DÁÁÁÁÁ!
Mas de uns dias pra cá ele anda muito esperto, aprendeu a falar MIAU enquanto assistíamos a um desenho, foi muito engraçado,ele nem estava prestando atenção, mas foi automático, o gatinho fez miau e ele também.
O Pedro já está entendendo algumas coisas e o que eu mais tenho falado ultimamente pra ele é NÃO.Ele está descobrindo as coisas, engatinha pela casa toda aí ja viu...Quando ele está pronto pra colocar o dedinho na tomada a mamãe fala NÃO,quando ele vai mexer nos botões do fogão a mamãe fala NÃO, quando ele pega a sujeira do chão e leva para a boca a mamãe fala NÃO! Então por diversas vezes quando ele está brincando eu ouço ele falar NÃÃÃÃOOO!
Outra coisa, e essa é a melhor de todas, ontem estávamos o Pedro e eu na cama brincando até que o Pedro falou por diversas vezes MAMÃ !Foi lindo!Está aprendendo a falar mamãe.É tão maravilhoso ouvir seu filho falar as primeiras palavras, por mais que as vezes a gente não entenda bulhufas, mas para a mãe é tudo lindo.
Parabens filho!!


Dicas de livros ...

Bebê: Manual do Proprietário

A imagem de fragilidade e docilidade de um bebê logo é quebrada quando os pais se vêm em apuros para trocar a primeira fralda, dar o primeiro banho ou colocar o filho para dormir. É neste momento em que os pais desejam que seus filhos poderiam ter vindo com manual de instruções. Pois bem, Joe Borgenicht e sua mãe Louis Borgenicht tentam atender este desejo ao escreverem um verdadeiro manual com dicas para cuidar de bebês. Com uma linguagem divertida, o livro é uma boa dica para pais de primeira viagem.





Em forma com seu bebê

Melhorar a forma física da mãe no pós-parto sem que ela precise abrir mão do contato com seu bebê recém-nascido: esse foi o desafio proposto pela jornalista Myrian Clark ao professor de ginástica e personal trainer José Alexandre Filho. O resultado dessa empreitada é contado no livro "Em forma com seu bebê", em que a jornalista descreve uma série de atividades físicas que podem ser realizadas por mãe e filho no período pós-parto, além de apresentar dicas de consultores especializados. Em 12 semanas, a autora - que se desdobra entre o trabalho na produção do Programa do Jô, a criação de um casal de gêmeos e de um bebê – comprovou a eficácia do programa: perdeu medidas, emagreceu e conseguiu um corpo melhor do que tinha antes de engravidar. Foram 4 meses de divertidas brincadeiras junto à sua pequena, período em que conseguiu recuperar a forma e, de quebra, estreitar as relações com Luísa, sua parceira na ginástica. Uma equipe de especialistas composta por uma nutricionista, duas fisioterapeutas, dois pediatras, um obstetra, um cirurgião plástico e uma dermatologista dá o seu aval ao programa. "Em forma com seu bebê" alia as dicas e instruções desses profissionais ao relato da experiência vivida no período de licença maternidade pela autora.



A época de deixar o bebê para ir à academia acabou. Agora o exercício pode ser feito até mesmo no quarto da criança. A ginástica inclui a participação ativa do bebê e usa como "equipamentos" os objetos do universo do recém-nascido: berço, lenços umedecidos, pacote de fraldas, bebê conforto. As esteiras são substituídas por caminhadas ao ar livre com o carrinho. Tudo recheado com dicas para que essa experiência seja deliciosa para mãe e filho. O livro inclui ainda um guia com fotos de Shantala, a massagem para bebês.